(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Somos muito urbanos

As grandes cidades são uma das características do progresso humano, pois há uma produtividade muito maior do trabalho, melhor uso de recursos materiais e espirituais, vida cultural, ciência e educação bem desenvolvidas. Portanto, as grandes cidades crescem mais rápido que outros assentamentos urbanos. Pela primeira vez na história da humanidade, mais da metade da população mundial vive nas cidades. Tomando todas as coisas juntas, isso nos permite admitir que a urbanização está mudando nosso mundo.

A urbanização tem muitos lados positivos. Assim, as cidades são os principais impulsionadores do desenvolvimento econômico, a fonte de inovação e novas oportunidades. As cidades têm um magnetismo próximo para trabalhadores altamente qualificados e bem-educados. Eles proporcionam aos imigrantes uma oportunidade de começar uma nova vida. A cidade é o centro de negócios e comércio de bens e serviços. Eles organizam substanciais ativos de infraestrutura e instituições importantes que garantem a prosperidade e a qualidade de vida da região.

No entanto, juntamente com as vantagens, a urbanização leva a problemas como a sobrecarga de infra-estrutura física, a redução da segurança orçamentária das cidades e o esgotamento dos recursos naturais. É necessário destacar os problemas ambientais, nomeadamente a poluição atmosférica, a destruição de áreas naturais e a biosfera. O alto ritmo da vida na cidade leva ao aumento do estresse e ao consumo de junk food, o que afeta o aumento da incidência de doenças infecciosas, cardiovasculares e distúrbios do sistema nervoso. A maioria das grandes cidades tem uma alta taxa de criminalidade. Além disso, muitas vezes ocorrem os conflitos em bases religiosas, políticas e étnicas. A população urbana em rápido crescimento enfrenta um problema de desemprego, falta de infraestrutura e problemas de transporte.

Todos que escolhem a vida urbana devem considerar todos esses problemas. Para equilibrar os aspectos positivos e negativos da urbanização em massa, as instituições governamentais precisam estabelecer programas de desenvolvimento flexíveis e eficientes. Mais frequentemente, neste caso, as autoridades municipais estão se voltando para o conceito de “cidade inteligente”, que envolve a introdução de novas tecnologias de informação e comunicação. A análise de problemas e outros dados ajudarão a desenvolver estratégias para melhorar o serviço de gerenciamento de propriedade de eficiência, reduzir o consumo de energia, otimizar o gerenciamento de resíduos e o uso de fontes de energia renováveis. Obviamente, não existe um modelo perfeito, por isso, cada comunidade pode desenvolver uma estratégia de sucesso baseada em sua própria história e objetivos.

Prev post Next post