(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Themes of Hospitality in The Odyssey

TÍTULO: Temas de hospitalidade na Odisseia como parte integrante da cultura grega antiga DESCRIÇÃO: Homer revela vividamente os valores básicos dos antigos gregos através de numerosos temas de hospitalidade na Odisséia.A odisséia de Homero é um poema épico grego que se concentra na viagem de volta a Ulisses. Depois que a Tróia caiu, um guerreiro grego Ulisses leva a estrada para a cidade de Ithaca, onde ele deixou sua amada esposa e filho. Mas esta viagem tem a duração de dez anos, à medida que Ulisses encontra muitas pessoas graciosamente recebendo-o em seu lugar. Por esse motivo, a hospitalidade é um dos principais temas da história. É um tipo de intercâmbio social que consiste em expressar honra e respeito a um estranho que ele é obrigado a aceitar. Homer destaca o tema da hospitalidade em muitos episódios, mostrando assim que os gregos antigos valorizavam a tradição de receber recém-chegados. Eles acreditavam que um viajante ou um mendigo vem direto de Zeus. Ser hospitaleiro significava dar tudo o que tinham ao estranho.

Um dos exemplos mais brilhantes da hospitalidade grega é quando Odisseu aparece na ilha de Scheria. A filha do rei trata-o como uma realeza, oferecendo-lhe o melhor assento, comida e outras honras. Outra cena prova que, no passado, os anfitriões recebiam recém-chegados em igualdade de condições. Um dia, Ulisses vestido de mendigo chega à casa de seu servo Eumeu. Logo atrás dele, o filho de Eumaeus, Telêmaco, retorna de uma longa marcha de Esparta. Ulisses se levanta para oferecer a Telêmaco o assento, mas este se recusa e pacientemente espera até que seu pai lhe dê outro lugar para descansar. Homero retrata o episódio de boas-vindas em que Ulisses se encontra com o rei Nestor e depois com o rei Menelaos. Ambos os reis abrigam um viajante dando-lhe comida, entretenimento e presentes. Por isso, Homero enfatiza que os valores de hospitalidade são igualmente aceitos por pessoas de diferentes status sociais. Gregos sinceramente tomam por certo para servir um humano, não importa se ele é um andarilho ou um príncipe.

No entanto, Homer não se afasta do tema da má hospitalidade e dos maus convidados. Ser hospitaleiro significa ser a favor dos deuses. Como por exemplo, podemos ver quando Ulisses percebe que Eumaios o protege não por palavras doces, mas por problemas. O discurso de Swineherd mostra vividamente como os gregos reconhecem o poder dos deuses.

O Odyssey contém cenas de hospitalidade mais do que suficientes em que os anfitriões mantêm uma mesa aberta para o convidado. Ao estudar esses exemplos, podemos aprender muito mais sobre a cultura antiga dos gregos, suas crenças e caráter. Além disso, precisamos entender que a hospitalidade do passado é bem diferente do que temos agora.

Prev post Next post