(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Pierre Trudeau, ex-primeiro ministro do Canadá, foi ao mesmo tempo ...

Um canadense italiano orgulhoso de sua identificação e tradição, ainda um mordedor essencial da sociedade contemporânea franco-canadense, determinado a destruí-lo, é mitologia e confusão.

Ele também foi identificado como um fiel defensor da autonomia provincial que detém o perfil de justiça no governo federal

govt. Essa avaliação e observação cumulativa criada por outros burocratas do passado fornece testemunhos substanciais referentes ao ex-socialista democrata. Essa análise estabelecerá e contestará os principais conceitos que Trudeau defendia na própria publicação escrita entre os anos 65 e 1967. A compilação de políticas os ensaios apresentados em seu livro tratam das diferentes complexidades de problemas sociais, culturais e econômicos predominantes na política nacional do Canadá em meados da década de 1960. No entanto, ao longo de minhas leituras, pude também encontrar as diretrizes fundamentais que Trudeau poderia defender para estabelecer um efeito sólido e bem-sucedido

na política canadense.

Nascido em 1921, Trudeau entrou no mundo em um lar bilíngue / bicultural

posicionado no cardiovascular de Montreal, Quebec. Sua aceitação no

Colégio ou universidade de Montreal marcaria o início de suas aventuras na variedade política canadense

. No início de sua vida, Trudeau havia se tornado um pouco anticlerical e tinha ideologias comunistas que eram consideradas significativas na época. Graduando-se em empresas de prestígio como Harvard e a Escola de Economia da Inglaterra, Turdeau voltou ao Canadá em 1949 e retomou seus esforços de pesquisa científica social. No momento, em Quebec, a província estava experimentando incríveis diferenças culturais e políticas com todo o resto do país. A Union Nationale adquiriu a posse de questões políticas em Quebec e desmantelava constantemente a essência socialista imposta à região pelo governo. O atual primeiro-ministro Ressortchef (umgangssprachlich), Maurice Duplessis, encontrou-se lutando contra um movimento nacionalista espiritual, que corrompeu o tecido da estabilidade política em Quebec. A gangue Duplessis manteve toda a sua abordagem conservadora em relação à reforma política, mas não conseguiu convencer a maioria da população a melhorar as necessidades do governo canadense. Os cidadãos de Quebec reverenciaram todo o seu setor administrativo como de extrema importância para preservar os ideais culturais da língua francesa, e isso não se correlacionou com os governos federais

políticas e ideais. Os francófonos estavam abaixo da

impressão de que seu próprio governo federal experimentou esmagar e assimilar o que continuara sendo sua ilustre herança para poder

>acomodar a paz econômica e política. O próprio Trudeau havia tomado a decisão de participar do levante nacionalista, juntamente com sua defesa da autonomia provincial. Finalmente, ele e outros cientistas interpessoais especializados tentaram reduzir o partido Duplessis em 1949, mas falharam totalmente em seus esforços. Duplessis cedeu sob a pressão contínua do patriotismo do Povo da França e foi recompensado por obter sua ineptidão ociosidade ao vencer sua quarta eleição política consecutiva em 1956. Embora praticamente nada de valor tivesse sido

realizado, Quebec solidificou sua presença momentânea na confederação

em tal momento. Isso levou Trudeau a se envolver na diplomacia provincial, pois participaria de vários projetos multimídia que poderiam expressar seu desconforto e desaprovação com o problema cultural comum no Canadá. p>(isso incluiu uma empresa de jornal sindicado, vive os programas de rádio). No caso, na última análise, identificamos regularmente o catolicismo com conservadorismo e patriotismo com imobilidade, perderemos automaticamente o que é

todas as culturas. Simplesmente empurrando literalmente uma revolução de esquerda de esquerda em sua província, Trudeau acreditava que a democracia precisava vir antes da ideologia. Gradualmente, sua disposição atrairá um grande número de políticos e defensores do socialismo, e assim permitiu que ele irradiasse sua ideologia sobre a população humana de Quebec, Canadá,.Trudeau deixa claro em seu livro que, durante o começo do governo Duplessis, ele era um admirador fiel da autonomia comarcal, mas com a sequência gótica de eventos. após as disputas que surgiram entre assuntos nacionais e da Comarcal no Quebec, esse indivíduo experimentou uma posição sobre o federalismo que envolvia segurança, prosperidade econômica e prosperidade e autoridade centralizada . Não é até 1963, quando o recém-nomeado Primeiro Ministro de Quebec, Rene Levesque, ciente de que deve haver um novo Canadá dentro de cinco anos ou que Quebec interrompa a confederação. Não foi antes dos 65 anos que um homem chamado Calcul Trudeau entrou na política.

Agora é em sua antologia que eu posso supor a

política revolucionária e incomum

convicções que o futuro Primeiro-Ministro

poderá incorporar no Canadá. Sua tese é centrada em torno de problemas pertinentes que exigiam atenção no momento. Depois que esse indivíduo elabora

o significado do federalismo e exatamente como ele está conectado ao Quebec, o

leitor começa a interpretar as resoluções que ele fornece e depois se localiza

< p>compreender o dilema que os canadenses franceses enfrentam no Canadá. Na sequência de um referendo constitucional, esse conhecimento pode ser visto como incongruentemente significativo

. Como uma defesa de direitos e liberdades prejudiciais, Trudeau, mesmo na adolescência, se opunha firmemente a promover qualquer teoria política baseada em tendências étnicas, esse indivíduo deixa isso bem claro. artigo no livro elegível:

Quebec e o problema constitucional. Ele estava convencido de que não apenas o sistema legal dividido de um estado governamental ajudava a proteger a liberdade de seus residentes, mas que, de fato, os bens econômicos, sociais e étnicos deQuebec, Canadá, pode ser idealmente alcançado com um estado do governo canadense. Parecia que um grande arquétipo das instalações da Trudeau Federal seria aquele em que cada nível de governo funcionaria por si só como jurisdição. Para fazer isso, Trudeau

poderia expressar sua admiração pela verificação de privilégios e como ele

daria total atenção ao desenvolvimento de uma autoridade para o consumidor.

Não foi até 1962 que Trudeau começou a proteger o federalismo pelo que representava para o trabalhador médio, mas o fato de Quebec parecer ter

converter a autonomia provincial em absoluto o forçou a reconsiderar sua

posição política. Juntando-se ao partido de mãos abertas em 1965, sua simples proposição coincidente de voltar a seu partido foi a sua promoção do seu programa federal aberto

. No entanto, isso marcou primeiro uma carreira política

que o levaria às alturas do poder em seu domínio.

Minhas próprias ações políticas, ou minha própria teoria, como se pode dizer que tenho

uma sempre pode ser expressa simplesmente: criar contrapesos. A maneira de medir

um homem pode ser atribuída ao seu direito ideológico e, ao fazer isso, eu

só comecei a perceber o papel de destaque que Trudeau desempenhou em

Políticas governamentais canadenses. Ele foi anunciado como revolucionário, um pouco do seu usurpador e, certamente, um magnata socialista, mas você pode estar se perguntando o que ficou claro sobre Trudeau: seu valor e admiração pelas liberdades do pessoa comum e como essas pessoas foram conservadas das bolsas das políticas nacionais. Este respeito não seria substituído a qualquer custo durante o seu mandato e, como ele esperava a questão constitucional que se seguiu, com uma perspectiva muito imparcial e não partidária, ele

< p>incidiria principalmente em dois fatores (econômicos e linguísticos) que forneceriam resultados práticos sem implicações invertidas. Trudeau imaginou-se no poder, arriscando duas seleções que apresentaria ao Quebec, com total soberania ou talvez maximizando o uso no continente americano. Mas o que Trudeau evitou adotar foi sua violação de

apontar políticas para os direitos e liberdades individuais. Muitos associados do governo federal assumiram que Trudeau não falava em nome dos canadenses, mas que ele substituiu sua situação étnica pela sua.

teorias. Isso gerou a resposta subseqüente: caso a parte não concorde com a minha equipe adversária, ela poderá me repudiar, caso meus constituintes não concordem, eles podem decidir alguém outro.Trudeau sustenta que ele dedicou sua

antologia a outros para entender os problemas que os canadenses franceses

experimentaram em termos de progresso étnico, e sou obrigado a

concluir que seu envolvimento com o regime federal pode ter salvado o país pretendido por vinte anos, infelizmente, ele não conseguiu concluir a afirmação de sua ideologia no âmbito francês-canadense e, portanto, no Canadá.

hoje pode estar contemplando o resultado de outro referendo constitucional.

Sua incapacidade de prescindir da taxa metabólica de futuras repercussões com

as pessoas não deve ser vista como um erro pessoal, mas como uma verdade ideológica

que ele exibia vendo 1965 (a adição à cláusula

).

O livro Trudeaus aborda uma quantidade enorme de conteúdo histórico e idealista

. Impresso em 1965, é realmente fascinante estudar e descobrir o quão intensa e intensa ele obedeceria às suas ideologias, uma vez que poderia eventualmente ascender à posição de Primeiro Ministro. Sua confiabilidade seria

questionável no momento (com base no conhecimento limitado como político), mas

o fato de ele ter submergido em um campo que geralmente exigia

< Acreditava-se inovador e pragmático, levando-me a acreditar que sua postura federalista acabaria sendo justificada na história do Canadá. Com um excelente estilo de escrita, seu uso de vocabulário e terminologia ajudou o leitor a entender suas convicções. Nem mesmo esse tipo de leitor previu tal

obstrução do jargão pessoal.

Os últimos eventos no Canadá reduziram, em certa medida, o ambiente que interage

com essa análise em áreas dos pontos de vista exibidos em nome do autor e revisor

. Trudeau se orgulha claramente da perspectiva ideológica

do Canadá multicultural e, ao fazê-lo, pode-se esperar uma variedade partidária e tendenciosa de resoluções

. Este tipo de, no entanto, não é o caso. Este

livro abre espaço para conhecimentos educacionais sem nenhuma fraqueza aparente.

O federalismo e os canadenses franceses são uma grande antologia ideológica e perspicaz

que pode ser localizada especialmente útil para outros estudantes de política que desejam

medir a importância dos princípios culturais e sociais em uma região

sem uma doutrina política estável (e talvez um inovador, nada menos).

Prev post Next post