(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Ensaio de Ética em Vantagens

A integridade da virtude pertence ao subconjunto da filosofia chamado ética. A ética da virtude é geralmente um ramo subwoofer da ética ordre e entra em conflito com a disteleologia porque a ética normativa está um pouco mais preocupada com as características de uma pessoa do que com os deveres e leis significativos que eles devem cumprir; normalmente rescindido pela Advantage Ethics. Essa teoria ética também contrasta com o consequencialismo e. g. Utilitarismo mais focado em resultados e resultados. A ética da virtude foi introduzida inicialmente por Platão e foi desenvolvida por Aristóteles.

A ética da virtude baseia-se no foco das características, também conhecidas como virtudes. Isso significa as excelentes qualidades de caráter que um indivíduo possui – e, ao contrário, uma vantagem (um vício), que são os traços negativos do indivíduo. A ética da virtude é visível como uma grande anti-teoria, uma vez que não se preocupa com o elemento da teoria, mas com a prática do computador.

Em outras palavras, a ética da vantagem concentra-se no tipo de ser humano em que você deveria ser contrário às ações de um ser humano.

Platão, em seu livro “República, focado na justiça e mais argumenta que, com suas crenças sobre a alma, existe uma vantagem relacionada a esse tipo de parte do coração e da alma.Essas várias áreas do espírito são chamadas de muito importantes e são divididas em três partes, com uma vantagem Essas virtudes são as virtudes cardeais; assim, a razão e a sabedoria são uma, o espírito humano que está indo bem é definitivamente associado à bravura e ao sucesso associados à temperança ou conhecidos como pequenas quantidades (autocontrole). Com todos esses tipos de virtudes, somos capazes de obter justiça, a quarta vantagem.De acordo com Platão, os direitos são uma vantagem importante, porque soma a inter-relação entre as regiões da alma.Há direitos quando a razão governa acima do espírito e dos desejos. Inteligência é o entendimento das Formas, especialmente o conhecimento da execução adequada de nosso deus, tendo que saber o que é a bondade em si mesma.

Os formulários serão os conceitos fixos, unidos e chatos que acabaram sendo verdadeiros. Esse tipo de ponderação pressupõe duplicidade antropológica e dualismo ontológico. O problema com Escenario é que esse indivíduo estruturou seu debate sobre uma limpeza metafísica questionável, à qual somos incapazes de provar qualquer coisa com a qual temos pouca ou nenhuma experiência. O conceito sobre a alma e o priparte é criticado porque não há prova empírica para apoiá-lo, é apenas lógica e razão. A fortiori é a crítica da alma preparativa, pois não há evidências empíricas robustas para apoiá-la. Além disso, não há dados para apoiar o que ele afirma que existem formas; novamente, é apenas um conceito baseado no raciocínio.

Lace Wing revela o debate de que, mesmo que a ontologia tenha aprovado a Ética da Virtude, geralmente não está claro quais são os efeitos práticos. No caso de a Virtue Integrity ser uma teoria antiética, então como você a praticará? O que você faria mais tarde? Como o conhecimento dessas virtudes e formas o afeta? Na esperança de resgatar a ética da virtude, Aristóteles (aluno de Platão) apresenta sua interpretação da teoria ética. Aristóteles não reconhece necessariamente na metafísica, epistemologia ou ontologia de Platão, mas esse indivíduo acredita em Platão que a razão é importante para a virtude. Isso ocorre porque os humanos são animais lógicos e concorda que as virtudes serão vitais para o crescimento humano, também conhecidas como “eudsimonia. Ao contrário de Platão, Aristóteles acredita que você tem apenas dois tipos de virtudes: virtudes intelectuais e virtudes significantes.

1

Prev post Next post