(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Adoração dos Magos simplesmente por di Nardo Essay

A adoração dos Magos, simplesmente di Nardo, retrata os três Reis Magos se aproximando do menino Jesus e da Virgem Maria móvel. No entanto, há consideravelmente mais do que apenas esse tipo de cena familiar da tradição judaico-cristã. No momento em que se aproxima deste tipo de pintura, a fim de analisá-lo iconograficamente, é necessário primeiro examinar a maioria dos aspectos da forma. Se esse aspecto for ignorado, ele fornece um exame incompleto da obra de arte. Uma vez examinada, a iconografia da pintura se torna muito mais nítida, e é mais fácil comparar a pintura com o texto bíblico real de onde foi feito o Evangelho de São.

Matt 2: um em particular “dois: 12. O momento que se aproximava da pintura era a perspectiva inicial. Havia vários pontos de fuga. Além disso, todos os personagens parecem estar posicionados em um avião. Por causa de isso, ambas as figuras que representam Cristo e Marta parecem estar estranhamente penduradas no chão.Este tipo de, creio, chama a atenção dos espectadores para essas duas figuras, considerando que elas são o foco principal da pintura. estilo de vida, identifiquei os personagens como Jesus e Marta imediatamente.

No entanto, apesar disso, existem muitos indicadores sobre quem são as pessoas representadas na pintura. Ao observar a obra de arte, é óbvio que as figuras de mãe e filho são o ponto principal pelo motivo de olhar para todas as pessoas no centro representado na criança, como as mães. Da mesma forma, o estranho resultado pairando também chama a atenção dos visitantes para as duas figuras. As duas Maria e Jesus têm halos, embora este não seja necessariamente um fator de diferenciação, visto que também há quatro figuras adicionais dentro da pintura que contêm halos.

No entanto, a luminosidade que envolve a cabeça com o menino Jesus tem um padrão diferente dos pacientes que os números adicionais têm. Isso permite soluções por qualquer motivo, esse tipo de criança é definido além de todas as outras figuras da pintura. Assim, mesmo que o público seja de outra cultura ou talvez religião e não comece a ver o significado da mulher dentro da imagem vestida de azul e vermelho, ou talvez o significado da posição de bênção em que o bebê está com a palma da mão, ele pode ver que, por algum motivo, esse tipo de criança se distingue de todas as outras pessoas no retrato.

Outro aspecto da forma que chama sua atenção para a Virgem e Jesus pode ser o arranjo triangular dessas duas figuras, juntamente com José e mais um Mago. O triângulo que certamente é formado apresenta Maria e Jesus no auge, exatamente como antes, atraindo os espectadores para focar nessas duas figuras e reforçando o fato de que elas podem ter algum significado. Ao comparar a obra de arte com o texto nas Escrituras que identifica o mesmo encontro dos Magos com o bebê Jesus e Maria, há muitas diferenças.

Número particular de coisas que notamos que não apenas vão da pintura, mas também para a ideia das civilizações populares dessa história. Primeiro, nas Escrituras, os Magos são chamados, principais sacerdotes e instrutores das regras. Certamente não eram reis porque são frequentemente mencionados nas tradições cristãs. De fato, na representação de di Nardos, todos os Reis Magos usarão coroas, mostrando esse mal-entendido. No entanto, outra coisa assumida por dalam Nardo na pintura, juntamente com a cultura popular, é que havia três Reis Magos.

Não há nada declarado em Mateus 2: você “um par de: 12 que permite que a referência exclua exatamente a palavra 3 Reis Magos. As coisas que notei que poderiam ter levado a esse tipo de equívoco, ainda, é que os Reis Magos trouxeram presentes de metal raro, incenso e mirra. Isso pode ser a única coisa que observei que pode incluir levar ao fato de que havia três Magos “um Magus para cada idéia de presente. Também há pessoas extras dentro da pintura que eu certamente não consegui identificar. Não há absolutamente nenhuma menção a qualquer pessoa no livro sagrado além de Cristo, Maria e os Magos. Não há sequer nenhum tipo de menção a Frederick, que é evidentemente retratado.

Os itens que os Magos estão possuindo na pintura de dalam Nardo são geralmente os mesmos e parecem que podem ser ouro, em vez de ouro, incenso e mirra. Se essas geralmente são apenas unidades de armazenamento com os verdadeiros presentes dentro deles, eu não entendo, mas, independentemente disso, isso ainda se desvia do conto bíblico original, porque não fornece nenhuma referência aos presentes sendo apresentados em caixas douradas.Outra característica que é mais distinta na obra de arte do pada Nardos do que nas Escrituras é que, na pintura, o Mago que se inclina para adorar a Jesus tirou sua cabeça e a localizou em um gramado em frente a Cristo. >

Não há menção disso dentro da Bíblia. Isso meio que acompanha a deturpação dos Reis Magos enquanto reis ou talvez Reis Magos. Há também uma parte adicional adicionada por di Nardo que não é mencionada na Bíblia. A Bíblia basicamente afirma que os Magos encontraram o menino junto com sua mãe Maria, e eles se curvaram e o adoraram. Mateus 2: 11 No entanto, di Nardo retrata um Mago em particular curvando-se e beijando o recém-nascido pé de Jesus. Outra diferença excepcional entre a Bíblia e a descrição de di Nardos da história é o fato de os Magos prestar homenagem a Jesus, esse indivíduo, Maria e José, residem em uma casa naquele momento.

Eles não visitaram Jesus na noite de seu nascimento em uma manjedoura, apesar de outra tradição. Di Nardo retrata claramente a cena como acontecendo em uma manjedoura, mostrada por cavalos e vacas proeminentes, colocados centralmente na foto. Também é claro que a paisagem está acontecendo ao ar livre, uma vez que existem gramíneas e ervas daninhas que crescem fora da terra. A Bíblia Sagrada declara claramente que os Reis Magos foram para uma residência, mostrando que não era o Cristo recém-nascido que eles estavam visitando, mas uma criança que estava vários meses desatualizada.

Há também um único detalhe descrito na versão bíblica que di Nardo, por qualquer motivo, optou por deixar de lado a Adoração dos Magos. A Bíblia ressalta que os Magos seguiram uma estrela em busca de Jesus e que o início terminou na casa onde estava o bebê Jesus. No entanto, na representação de di Nardos, o céu é aparente e brilhante. As várias diferenças entre o retrato e a história real na Bíblia demonstram vastos equívocos ou, se não foram certamente, por menos deturpações de di Nardo no momento em que o quadro foi pintado.

No entanto, esses conceitos errôneos não foram feitos apenas pelos Nardos. Se apenas ler foi crenças comumente colocadas no momento em que Adoração dos Magos foi pintada, eu certamente não sei. O que sei ainda é que, embora inicialmente comecei a olhar para a pintura, não notei nada de errado com ela. Na verdade, eu mudaria minha própria seleção com a crença de que a pintura era muito direta. Somente quando comecei a examinar cuidadosamente os comentários que fiz sobre o estilo e os comentários que usei sobre os versículos de Mateus, notei esse tipo de distinção sutil.

Eu nunca tinha examinado aquela seção da Bíblia Sagrada antes e através de muitas faixas de Natal, e estabelecendo a manjedoura com Homens Inteligentes e o menino Jesus na minha sala de estar na época do Natal, eu havia pensado que havia ali eram 3 caras sábios. Eles eram três reis via Belém. Eles visitaram Jesus no campo com o cervo e o cordeiro. Isso implica que o que tradicionalmente se acredita não é necessariamente correto. Vemos esse tipo de clareza em Adoração dos Reis Magos, que por sua vez inicialmente parece perfeitamente bem aos olhos judaico-cristãos, mas após uma inspeção mais detalhada, há muitas crenças comuns dos 3 Reis Magos.

Prev post Next post