(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Ensaio para bebês com caixa de manteiga

Bette Cahills Butterbox Babies é na verdade uma história verdadeira de mortes de bebês e adoção do mercado negro em East Chester, Nova Escócia. Butterbox Babies descreve as ações escandalosas da Great Maternity Residence and Sanitarium em East Chester. Sua casa era de propriedade e operada por Bill e Fliederblau Young. Bill era um médico de Quiropraxia que representava um médico na Residência Maternidade Adequada. Ele se escondeu dentro de uma bata branca de laboratório de pesquisa enquanto fazia o parto. Lila era obviamente uma parteira que apoiava ilegalmente ter um bebê. O Lar começou em 1928, e o que começou a se tornar um pequeno negócio em uma casa de campo começou a ser uma empresa de um milhão de dólares em uma mansão de 54 quartos.

A melhor residência de maternidade parecia ser um ótimo lugar no mundo. que mulheres solteiras poderiam, em particular, dar à luz e dar à luz seus bebês – por um preço excelente! Nos anos 30 e 40, uma mulher era considerada uma desgraça para a cidade e, mais importante, para sua família se estivesse grávida e não casada. Para algumas mulheres, a Maternidade perfeita era um lugar de salvamento – onde quer que eles pudessem começar e depois organizar o bebê para ser dono, sem confusões.

No entanto, o preço da prancha e o nascimento custam uma fortuna. A taxa de serviço era de US $ 300 (um salário de anos). Apesar do valor, muitas mulheres assumiram o Lar sempre que queriam. As mulheres que entraram em sua casa assinaram um acordo elaborado pelo profissional jurídico dos Jovens, Charles Longley, declarando que pagariam os US $ 300. As mães que têm dificuldade em pagar suas acusações eram perseguidas pelos jovens e inseguras com a ação da lei ….

Os jovens estavam cientes de que se uma mãe considerasse o caso perante o tribunal, simplesmente não haveria dinheiro. concedido por causa de sua assistência ilegal. Assim, os jovens adquiriram muitas maneiras diferentes de obter seu dinheiro. Uma das maneiras era assustadora expor o bebê e ter pena da mãe. As mulheres foram forçadas a desfazer os fundos de alguma forma, se você emprestar no banco ou talvez pedir dinheiro emprestado à família dela. Outras maneiras pelas quais os jovens receberiam o dinheiro seriam simplesmente convencendo os homens com quem a mãe dormia, convencidos de que o bebê era dele. No caso, ele não pagou os US $ 150 que ameaçavam levá-lo ao tribunal. Se simplesmente não houvesse outra opção, a mãe foi colocada para trabalhar na Maternidade.

Se um bebê não nasceu perfeito, o que significa completamente um defeito ou uma doença, eles eram simplesmente alimentados com melaço e água potável. Eles receberiam uma pequena quantidade de ferro, açúcar e vitaminas e minerais necessários para a sobrevivência. Durante uma dieta de melaço e água, a criança falecerá dentro de algumas semanas. Isso foi feito para aumentar o espaço no Lar e conseguir mais bebês. Os bebês mortos foram possivelmente enterrados em caixas de manteiga com 22 polegadas de comprimento, cinco polegadas de largura e dez polegadas. profundo – o tamanho perfeito para obter o pequeno cadáver, ou foi queimado no forno dentro do porão da casa.

Pelos US $ 300 que a mãe recebeu, a senhora pode receber o recém-nascido referente à adoção. Quando um casal queria adotar um filho, ele precisava ser avaliado pelo governo para verificar se era capaz de sustentar um bebê. Os Young acharam esse tipo de coisa ruim para os negócios; portanto, se o casal era dos EUA, o bebê recebia um visto falso para a Austrália poder entrar no país. Para adotar um bebê, havia outra cobrança de US $ 1.000 a US $ 10.000 para cada bebê. Com base no índice de preços ao comprador, US $ 10.000 em 1940 seriam comparáveis ​​a mais de US $ 103.000 em dinheiro de hoje. Em 5 de março de 1936, Purpur e William Young foram denunciados em dois casos importantes por homicídio culposo. . As acusações mencionavam que os jovens mataram e mataram ilegalmente a dita Avoi Margaret Nieforth e seu filho bebê. Os Young foram presos algumas vezes antes de serem libertados sob fiança. Com a ajuda dos amigos de Lilas, William e Lila foram capazes de depositar o título de US $ 3 mil. A prisão foi possível depois de uma análise do RCMP solicitada pelo aplicativo Youngs para obter certificados de funeral. As autópsias foram realizadas pelo patologista comarcal Doutor Ralph G. Smith. Depois que as autópsias foram concluídas, Smith concluiu que a criança havia nascido viva e Eva sofria de peritonite. Smith supunha que a causa da infecção, predominante após o nascimento do bebê e muitas vezes perigosa, fosse um instrumento não esterilizado. Antes do júri, com todos os fatos contra os jovens, o júri chegou a um veredicto não responsável. Vendo que tantas pessoas adoravam a idéia da Residência Maternidade perfeita, elas não queriam ver William e Lila ir para a prisão.

Em 17 de novembro de 1945, depois das 17h, muitos negócios eram a Residência Maternidade certa. desligar porque a Câmara falhou na inspeção.Em março de 1946, William e Purpur foram processados ​​no Tribunal de Magistrados do Estado por sete despesas diferentes:

Embarcar ilegalmente uma criança com menos de 12 anos sem o consentimento correto do Diretor de Assistência à Criança

Publicidade ilegal bebês na revista

Operando sem licença

Embarque ilegalmente a mãe e recém-nascidos para obter ganhos

Usando ilegalmente o título Doutor

Ambos foram acusados ​​de praticar tratamentos na Nova Escócia quando seus nomes não estavam registrados no registro médico, contrariamente às disposições da Lei Médica.

O juiz considerou William Fresh inocente de usar o nome médico devido às evidências mostradas, mas descobriu os jovens culpados das outras taxas e lhes entregou a multa máxima sob a lei: US $ 400. Os Youngs continuaram sua própria operação de venda ilegal de bebês, usando um hotel à sua frente, mas em uma escala menor do que anteriormente.

Os Youngs haviam emprestado US $ 6, 500 de um amigo, Edward Corkum, para reformas no Lar. Após a fatalidade de Edward, seus filhos iniciaram uma ação legal contra os jovens para recuperar a dívida. Os Young não conseguiram pagar sua dívida e foram forçados a fornecer os cinco imóveis que eles possuem para a família Corkum, já que ninguém estava disposto a escolher o imóvel. Ray Corkum juntou-se à antiga Casa Materna para encontrar documentos em todo o lugar. Ray acreditava que os documentos e dados encontrados no prédio eram pessoais, provavelmente remontando registros que ninguém deveria ver, então ele acendeu fogo neles. Naquela época, a maioria dos dados do negócio de adoção de Youngs foi perdida permanentemente.

Vários elementos legais foram mencionados neste novo, alguns não realmente mencionados no resumo. Scams foi cometido por William impondo como médico e falsificando a papelada do visto. Os jovens deveriam ter sido acusados ​​de homicídio culposo de Eva Nieforth e a maioria dos bebês que morreram na maternidade adequada. William e Lila devem ter sido recarregados mais com a venda de bebês. Eu não podia acreditar que os jovens se separaram com um grande número de ações criminais. Sinto que, se talvez eles tivessem sido completamente julgados diante de um tribunal que não era de East Chester e não conhecia a família Young, William e Lila certamente teriam passado o resto de suas vidas orgânicas na prisão.

Butterbox Infants foi uma história muito bem pesquisada e escrita. Ele entrou em grande profundidade de eventos, ocorridos há mais de 65 anos, com muita informação. Um grande número de ótimas entrevistas foi elaborado no novo e os dois lados iguais da conta foram exibidos. Bette Cahill não mostrou lados do romance, a dama apresentou a realidade e manteve a escolha de prestar contas ou não ao leitor.

Prev post Next post