Precisa de uma abordagem pessoal e exclusiva?

Para que gastar seu tempo procurando trabalhos prontos online? Tente nosso serviço agora mesmo!

Tudo o que você precisa saber para escrever sobre as crianças autistas

O autismo é um transtorno infantil que afeta mais os meninos doque as meninas. As crianças autistas podem terem habilidadesaltas ou baixas, tudo depende do nível de quociente deinteligência e da capacidade de comunicação que apresentam. Naverdade, algumas crianças com esse transtorno podem aprender a secomunicar bem, ao passo que outras podem ser mais fechadas eintrovertidas. Essa monografia sobre autismo fará com que vocêpossa conscientizar da importância para os pais prestarem atençãoem seus filhos e para que isso seja visto o quanto antes paraachar um tratamento adequado, pensando no melhor da criança.

Existem muitas teorias sobre a origem do autismo e, embora aindanão se saiba qual é a causa específica, foi comprovado que oautismo está presente desde o momento do nascimento, ou seja, nãose desenvolve ou se adquire com o tempo. Vamos falar um poucosobre algumas causas desse transtorno.

Não se desenvolve autismo, se nasce com esse transtorno. Algumasteorias afirmam que às vezes o autismo nas crianças pode estarrelacionado com algumas atitudes ou ações dos pais, mas não éverdade. Portanto, o que pode causar o autismo nas crianças? Ébom fazer esse tipo de questionamento em sua monografia, eestudar bem o caso para apresenta-lo da melhor forma.

  • Anormalidades cognitivas e deficiências. Pode existir algumabase neurológica no desenvolvimento do transtorno, mas isso aindanão foi comprovado.
  • Processos bioquímicos básicos. Foi descoberto um excesso deliberação de serotonina nas plaquetas das crianças autistas.

As crianças autistas têm significativas dificuldades para secomunicar e socializar com as pessoas. Existem muitos sintomasque podem nos ajudar a determinar se uma criança apresenta ou nãoesse transtorno. Devemos levar em consideração que qualquercriança pode desenvolver essa doença, independentemente da etniaou cultura.

É possível que a criança não nos olhe diretamente nos olhos. Nolactente, é possível notar um balbucio tardio e a presença dedificuldades com o ambiente, assim como uma linguagem gestual.Quando interage pela primeira vez, a primeira coisa que se podenotar é que não acompanha a mãe nas suas tentativas decomunicação. A criança costuma se divertir com algum objeto. Aocomeçar sua fase pré-escolar, pode parecer estranho porque não secomunica com as outras crianças nem inicia nenhum tipo deconversa. Além disso, pode ser difícil para a criança seidentificar com as outras. Também não é capaz de socializar nemde interagir com os outros de nenhuma forma.

Algumas vezes podem apresentar comportamentos agressivos,inclusive em relação a si mesmas. É possível que realizematividades de pouco alcance de maneira repetitiva, como darvoltas ou realizar movimentos rítmicos com o corpo. Podemreproduzir e repetir os anúncios publicitários que veem natelevisão ou ter costumes estranhos na hora de dormir. Naadolescência, os especialistas afirmam que 1/3 dos autistascostumam sofrer ataques epilépticos, o que os fazem pensar que acausa dos ataques é de origem nervosa, é importante mostrar amédia e com que frequência ocorre os comportamentos incomuns nasua monografia sobre autismo.

Como as crianças autistas agem?

As crianças autistas têm significativas dificuldades para secomunicar e socializar com as pessoas. Existem muitos sintomasque podem nos ajudar a determinar se uma criança apresenta ou nãoesse transtorno. Na monografia sobre autismo devemos mostrar elevar em consideração que qualquer criança pode desenvolver essadoença, independentemente da etnia ou cultura. Entretanto,lembramos que é mais comum nos meninos do que nas meninas.

Ao começar sua fase pré-escolar, pode parecer estranho porque nãose comunica com as outras crianças nem inicia nenhum tipo deconversa. Além disso, pode ser difícil para a criança seidentificar com as outras. Também não é capaz de socializar nemde interagir com os outros de nenhuma forma. Algumas vezes podemapresentar comportamentos agressivos, inclusive em relação a simesmas. É possível que realizem atividades de pouco alcance demaneira repetitiva, como dar voltas ou realizar movimentosrítmicos com o corpo. Podem reproduzir e repetir os anúnciospublicitários que veem na televisão ou ter costumes estranhos nahora de dormir.

O tópico mais importante para a sua monografia é sobre ostratamento do autismo na infância

Além de mostrar como as crianças agem é importante mostrar comosão os tratamentos, assim você poderá explicar e poderá levar suamonografia sobre autismo muito além, fazendo pesquisas maisprecisas. Uma intervenção a tempo e um tratamento adequadomelhora o prognóstico das crianças com autismo. Atualmente,existem vários programas educacionais e comportamentais paratratar as crianças autistas e melhorar suas capacidades de serelacionar e interagir. Apresentamos aqui algumas delas:

  • Terapia comportamental: São realizados treinamentos docomportamento através da psicologia comportamental. Sãoestimuladas as ações desejáveis e são limitadas as nãodesejáveis. Para poder realizar esse tipo de terapia, tanto ospais quanto os educadores da criança devem ser treinados também.
  • Programa de educação especial: Favorece o desenvolvimento dalinguagem comunicativa e da interação com outras pessoas. Asescolas devem ter os materiais adequados e possuir uma equipecapacitada para ajudar a criança a melhorar a linguagem e acomunicação com as pessoas.
  • Farmacoterapia: Caso a criança não responda a nenhum tipo detratamento, o médico poderá prescrever algum medicamento.

Embora a cura para o autismo não exista, a maioria das criançasmelhora com o tratamento. Existem crianças que têm habilidadespara realizar muitas atividades e se desenvolver adequadamente.Os tratamentos e o apoio da família são essenciais para ajudar acriança a melhorar sua qualidade de vida. Isso também podefavorecer a adaptação à sociedade, a encontrar um trabalho e a sedesenvolver plenamente. É muito importante mostrar isso na suamonografia sobre autismo, pois tem muita importância estudar umtema como esses e poder ajudar as pessoas dessa forma.