(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Influência da mídia no terrorismo

Como sabemos, a violência gera violência e é verdade. A pesquisa mostrou que a cobertura sensacionalista da mídia sobre atos de terrorismo resulta em mais atos desse tipo sendo cometidos. Também levanta a possibilidade de que os assuntos da mídia sobre um ato terrorista possam ser vistos como um “aviso” de que os ataques subsequentes acontecerão em um futuro próximo.

A realidade mostra que a mídia de massa ganha muito com a confusão e a consternação causadas por ataques terroristas para produzir o tipo de notícia dramática que chama a atenção de seus telespectadores e leitores. Falando sobre terroristas, eles planejam a escala, o alvo, a localização e o momento de seus assaltos para mobilizar ampla atenção da mídia. Eles fazem isso para tornar o mundo inteiro conhecido sobre eles. Então, um simbiótico tão estranho é bom para os dois. A mídia obtém altas taxas e popularidade e os terroristas atingem seu objetivo de fazer com que as pessoas tenham medo deles.

Os terroristas realizam seus ataques racional e estrategicamente com uma compreensão completa da influência da mídia. Os terroristas sabem muito bem que as notícias os ajudam a alcançar seus objetivos e criar o caos. No topo dos meios de comunicação tradicionais, hoje em dia os extremistas têm à sua disposição múltiplas plataformas de mídia social e uma infinidade de programas gratuitos e acessíveis para fazer sua própria transmissão e disseminar suas idéias cruéis e violentas. A Internet desempenha um papel muito importante para eles, porque através da Internet eles são capazes de espalhar suas idéias e recrutar novas pessoas que agora estão prontas para apoiá-las.

No entanto, não importa o quão tecnologicamente experientes os terroristas possam se tornar no futuro, a fim de alcançar um público global de massa, será sempre crucial que eles obtenham a cobertura em massa fornecida pelos canais de notícias globais. Tais organizações terroristas não tanto para forçar algum tipo de mudança política, mas para desencadear o ressentimento público contra os muçulmanos comuns e a conseqüente reação política. Eles querem ser tratados como líderes mundiais legítimos, aceitos e regulares, já que a mídia lhes confere um status similar. No entanto, isso não é verdade e a mídia mundial deve parar de mostrá-los dessa maneira.

Assim, a mídia e o terrorismo estão infelizmente conectados e, em essência, essa conexão é boa para ambos. O terrorismo deveria ser detido e destruído e a mídia deveria ajudá-lo, não os terroristas. Entendemos que mostrar os atos de terrorismo na TV ou em qualquer outro lugar ajuda esses meios a serem muito populares, mas eles devem perceber a importância de suas ações.

Prev post Next post