(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Liderança Militar de Napoleão Bonaparte

Um gênio de Napoleão inspira historiadores, cientistas, oficiais militares ou políticos atuais que tentam descobrir os segredos de suas brilhantes campanhas e o mistério de sua incomparável liderança. Muitas pessoas concordariam com a afirmação de que as pessoas não nascem como gênios, elas se tornam elas. Isso também mantém uma verdade sobre a liderança que é considerada aprendida. Traçando a ascensão de Napoleão como soldado ao comandante, não podemos deixar de identificar suas melhores características pessoais e habilidades que o colocaram no pedestal.

Primeiro, Bonaparte possuía um incrível charme e poder hipnótico sobre a multidão. No entanto, não é suficiente ser atraente para os outros, mas tornar a habilidade uma arma em seu próprio benefício. Sabendo que Napoleão praticava regularmente sua habilidade de impactar a mente das pessoas. Assim, ele convenceu seus companheiros revolucionários, impulsionou o moral de suas tropas, negociou com os aliados.

Em segundo lugar, sua alta inteligência e raciocínio lógico fez dele um estrategista e estrategista proeminente durante as operações militares. Ele tinha uma memória perfeita e foi rápido para lembrar os fatos e observar cada coisa em detalhes. A capacidade de concentração permitiu-lhe tomar decisões inteligentes e vitoriosas. A vontade de ferro e o talento do manipulador permitiram que ele construísse uma brilhante carreira militar na tenra idade. Aos 27 anos tornou-se comandante do exército e sete anos depois general militar e imperador da França.

Todas as qualidades acima o ajudaram a resolver várias tarefas administrativas e ganhar reconhecimento com o público. Além disso, somente devido a sua tremenda capacidade de trabalho, Bonaparte conseguiu sair por cima. Ele muitas vezes trabalhava mais de 18 horas por dia e às vezes não descansava por 3 dias. Sendo um grande jogador tanto no campo de batalha quanto na arena da política, Napoleão usou sua capacidade de pensar sobre o assunto com antecedência, o que é uma característica inestimável de um líder. Até o ano de 1806, e mesmo depois de sua abdicação, ele conseguiu seu poder como inspirador. Quando derrotado, ele não traiu seus ideais. Seus espirituosos e sábios conceitos ainda são publicados nos livros de arte militar. Assim, ele estava certo dizendo que a força física vem em segundo lugar, como a força moral decide a vitória. Seu apelo à alma dos soldados, e não à sua mente, os envolveu antes da luta. Apesar do poder de liderar as pessoas, Napoleão seguia postulados comuns, mas não menos importantes, por exemplo, observando uma rígida disciplina e aderência à cadeia de comando.

Sua natureza inquieta de um líder nunca deixou que ele parasse de aprender. Desde tenra idade, ele tomou a liderança de Alexandre, o Grande e Júlio César, moldando-se como líder da nação.

Prev post Next post