(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Melhores idéias sobre como escrever um ensaio interpretativo

Sua tarefa lhe dá direção quando se trata da informação que você tem que escrever. Se você quer aprender a escrever um ensaio interpretativo, primeiro você deve começar com o que o professor quer de você. Algumas tarefas enfocam a estrutura do personagem e como ele está se desenvolvendo através da história, outras se concentram em eventos e como influenciaram os personagens e assim por diante. Além disso, é preciso ter em mente que algumas tarefas exigem informações específicas e precisas, estruturadas de maneira argumentativa, outras desejam uma visão global com uma quantidade mínima de detalhes para cobrir mais assuntos. Independentemente do caso, a tarefa determina a forma como o ensaio precisa ser escrito

A primeira coisa em aprender como escrever um ensaio interpretativo é …

… para fazer sua pesquisa. Se você tem que escrever um ensaio interpretativo, então você deve ter algo que você precisa para interpretar, seja um livro, um artigo, um artigo, um blog, qualquer coisa. O primeiro lugar para começar é lendo o material. Você precisa entender o texto do seu jeito e depois tentar ler outras impressões nele. Dados esses dois aspectos, você certamente obterá uma grande visão sobre o tema principal do material e a melhor maneira de abordá-lo.

Como estruturar suas informações

Para que seu texto seja coerente e compreendido, a recomendação é estruturá-lo de acordo com as seguintes diretrizes:

  • A introdução é a primeira coisa em que os leitores colocam os olhos, por isso é necessário incluir o tema do ensaio, a declaração ou impressão da tese e uma pergunta ou uma afirmação reflexiva para que possa chamar a atenção dos leitores.
  • O corpo do ensaio é o núcleo do seu ensaio, portanto, ele deve apoiar a tese com evidências, exemplos, argumentos e outros estudos.
  • A conclusão resume a interpretação e oferece uma declaração clara para que os leitores se lembrem; alguns podem incluir sua opinião pessoal aqui como uma nota do autor.

Esta é uma base sólida que você deve seguir para aprender a escrever um ensaio interpretativo. Um conselho aqui é sempre lembrar que tipos de argumentos você usa para destacar a melhor parte do material que você está analisando. A ideia aqui é construir seus argumentos e terminar com um golpe final, para que o leitor tenha a sensação de que tudo está conectado e seu ensaio faz sentido.

Como escrever um ensaio interpretativo: Elaboração

Olhando para um pedaço de papel e imaginando um texto totalmente corpo, não vai fazer o trabalho. Um dos erros mais comuns cometidos pelos escritores é pensar que tudo começará a fluir da primeira vez. Quando perguntados sobre seu processo de escrita, escritores famosos falaram sobre as centenas e centenas de artigos descartados porque eles não se encaixavam com suas expectativas. A ideia aqui é começar a escrever e ver como é. Então, volte ao texto e veja como se sente com você. Se algo não combina ou você encontrou uma maneira melhor de ilustrar as informações, recorte as partes ruins e introduza as novas. Repita o processo até que esteja satisfeito. Os escritores não têm poderes mágicos que os ajudem a escrever seus textos com um único fluxo, eles trabalham, revisam, excluem, alteram, adaptam e aprimoram sua escrita até que tudo pareça impecável.

Como escrever um ensaio interpretativo: Usando anotações

Outro conselho aqui quando se trata de como escrever um ensaio interpretativo é sempre usar notas ao fazer a correção. Por exemplo, se você estiver escrevendo um texto sobre direitos humanos e já tiver concluído o primeiro rascunho, não faça as correções em cada parágrafo. Anote algumas anotações e leia todo o material. Isso é importante porque as mudanças também precisam ser coerentes.

Encontrando informações interessantes

Um outro conselho que você deve levar em consideração aqui está relacionado a informações interessantes. Pense no seguinte cenário: os alunos de uma turma recebem a mesma tarefa do professor. Quantos deles você acha que usará a Wikipedia para escrever suas atribuições? A resposta é a maioria deles. É por isso que a ideia de pesquisar por novos e perspicazes é realmente importante: você ficará à frente de seus colegas de classe e fará ótimos resultados com seus professores. Você ganha pontos por esforço, determinação e ambição, e isso conta também na vida real.

Mantendo sua apresentação

A outra parte de qualquer tarefa de redação é a sua apresentação. É claro que o professor irá ler o artigo e entender como você cobre a declaração da tese, mas há alguns professores que estão curiosos sobre como você apresenta seu trabalho. O melhor conselho aqui é sempre ficar com as principais idéias do que você escreveu. O professor terá bastante tempo para ler os detalhes e é por isso que você precisará convencê-lo de que seus argumentos são sólidos.

Como escrever um ensaio interpretativo: erros comuns no PowerPoint

Se você optar por usar o PowerPoint como seu ilustrador de apresentação, há algumas dicas e truques para você usar para que sua apresentação seja vista como um exemplo. Em primeiro lugar, nunca cometa o erro de colocar mais de 50 palavras em um slide. Eles estão lá para guiá-lo e fixar as informações nas mentes do seu público, mas nada mais. Há alunos que apenas copiam e colam as informações nos slides e as armazenam completamente. Coloque as principais palavras-chave do seu ensaio e tente construir a apresentação em torno dele.

Em segundo lugar, use o máximo de imagens possível para colocar as informações nas mentes do seu público. Nossos cérebros são acionados por imagens mais do que por palavras e eles avaliam e conectam os pontos muito mais facilmente do que apenas ouvindo sobre um assunto. Os vídeos são bem-vindos também, mas tenha em mente que você tem um tempo limitado para apresentar sua redação e usá-la com sabedoria.

Em terceiro lugar, não use animações e designs muito complicados. O propósito da apresentação em power point é ser simples, bonito e compreendido. Overstuffing com efeitos pode fazer mais mal do que bem.

Terminologia

Além do que foi dito, há mais um aspecto que certamente precisa ser apontado: terminologia. Ao falar sobre diferentes campos, especialmente os científicos, você precisa entender a terminologia que você está usando para que você possa usá-lo de acordo. O professor é um especialista experiente no campo para que ele conheça muitos dos termos que você usa. Essa é a razão pela qual você precisa aprender e entendê-los para que, quando ele fizer algumas perguntas, você saiba a resposta. Além disso, não use um conceito que você não entende muito bem. Pode arruinar todo o seu argumento e até mesmo a apresentação. Escolha sua informação com sabedoria e use-a tanto quanto você a entende naquele ponto.

Conclusão

Para resumir os pontos acima, uma informação perspicaz e uma sólida estrutura de argumentos irão terminar com um A +. Além disso, certifique-se de aprender alguma coisa durante todo o processo. É com você que informações você escolhe para escrever, então cabe a você tornar isso interessante.

Prev post Next post