(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Demandas de mercado de computadores

De acordo com a IDC, no quarto trimestre de 2016, os embarques globais de equipamentos de informática (incluindo computadores de mesa, laptops e workstations) totalizaram 70,2 milhões de unidades. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o volume de remessas de computadores diminuiu 1,5%. No final de 2016, foram enviados 260 milhões de computadores, o que representa uma redução de 5,7% em relação a 2015.

Apesar do declínio nos indicadores, os especialistas da IDC dizem sobre a estabilização do mercado de computadores. No entanto, trata-se de reduzir a taxa de declínio, que continua desde 2012. Nota-se que os resultados do primeiro trimestre de 2016 foram negativamente afetados pelos altos estoques de computadores, atualizações gratuitas para o Windows 10, o problema de comparar indicadores de períodos anteriores devido ao impacto do fator de encerramento do suporte do Windows XP. Mas o meio e o final do ano não estavam mais sujeitos à influência desses fatores, o que nos permite falar sobre alguma estabilização da demanda comercial por computadores. Além disso, houve uma desaceleração no embarque de computadores no segmento de consumo. No quarto trimestre, houve até um pequeno déficit em alguns componentes, incluindo drives de estado sólido, monitores e memória, embora isso não tenha levado a uma redução significativa na oferta.

Os melhores resultados são demonstrados pelos mercados desenvolvidos. No Japão e no Canadá, há uma expansão do crescimento registrada no terceiro trimestre de 2016. Os suprimentos na região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) permaneceram estáveis. Nos EUA, houve uma ligeira diminuição nas remessas de computadores, mas não tão significativa quanto no mercado global. Na região da Ásia-Pacífico (com exceção do Japão), houve uma diminuição moderada no fornecimento de computadores. E somente a América Latina demonstrou um declínio bastante significativo nas vendas de equipamentos de informática.

O líder no mercado de computadores continua sendo a Lenovo, com uma participação de 22,4%. Conseguiu aumentar os embarques em 1,7% em comparação com o quarto trimestre de 2015. A HP registrou um crescimento ainda mais notável no volume de remessas de computadores – 6,6%. O crescimento da Dell foi de 8,2%. A Apple, que pegou a quarta linha do rating, pelo contrário, reduziu a oferta em 0,9%. A ASUS reduziu o fornecimento de computadores em 11,3%.

Prev post Next post