(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Discutindo a coragem e a bravura de Antígona

Para muitas pessoas, ser corajoso é uma decisão difícil, porque geralmente é preciso muita força e coragem para fazer algo para atingir esse objetivo. Antígona é uma das obras mais famosas de Sófocles, e é aí que ele desenvolveu um personagem conhecido, definido como corajoso e corajoso. O nome deste personagem também é Antígona e ela é uma personalidade forte, enquanto decide defender suas crenças pessoais, mesmo que elas contrariem as leis e opiniões de outras pessoas.

Creon é o tio dela, que declarou que seu irmão morto Polynices não pode ser lamentado e enterrado porque ele era contra a civilização de sua casa. Então, qualquer um que for contra essa lei será punido com a morte, mas Antígona tem certeza de que seu irmão merece a cerimônia e o enterro apropriados, assim como as outras pessoas. Ela não tem medo da morte, e é isso que prova sua bravura e coragem, então Antígona segue suas próprias crenças e dá a seu irmão a cerimônia certa para todos os soldados do acordo.

Mais do que outros personagens desta famosa peça, ela mostra sua enorme sensação de determinação e orgulho. Seu irmão morreu na batalha contra Creonte, e suas ordens proíbem todas as pessoas de enterrá-lo depois da guerra por ser um traidor. No entanto, Antígona não tem medo de discordar dessas ordens e decide enterrar seu irmão morto corretamente para permitir que seu corpo seja recebido pelos deuses. É tudo sobre um movimento corajoso contra as ordens do rei, e é isso que diferencia Antígona de outra mulher na sociedade grega.

No final, Creon é ameaçado por ela e ele a reconhece como tendo uma forte vontade, bravura e mentalidade de um homem. Enquanto está interrogando, Antígona não nega suas decisões e ações porque ela não acredita que elas sejam heréticas, então ela está disposta a arriscar sua própria vida por seu irmão morto. Ismene é sua irmã que implora para que ela reconsidere suas ações, mas Antígona ainda decide seguir suas crenças pessoais. Na sociedade grega da época, as mulheres tinham apenas alguns direitos enquanto estavam ao lado dos homens. Antígona desafia todas as imagens e estereótipos tradicionais das mulheres, e é por isso que Creon acha que ela pode ser uma grande ameaça para ele. Ele finalmente decide sentenciá-la à morte. Em resumo, Antígona é uma mulher corajosa que não tem medo de ir contra os outros e ordens erradas enquanto segue suas crenças pessoais, mesmo que entenda que essa ação pode custar sua própria vida.

Prev post Next post