(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Como reconhecer um mentiroso

Todos os dias somos confrontados com as mentiras de 10 a 200 vezes, e os sinais, pelos quais uma mentira pode ser identificada, são sutis e difíceis de entender.

Simbolicamente, os mentirosos podem ser divididos em dois grupos. O primeiro grupo são pessoas desconhecidas ou pouco familiares para você que querem tirar o seu dinheiro ou propriedade. O segundo grupo inclui pessoas próximas a você, que querem ocultar informações ou distorcê-las.

O primeiro grupo de mentirosos inclui uma variedade de bandidos e golpistas, que vão desde mendigos pobres e terminam com diretores gerais de poderosas pirâmides financeiras. Sua tarefa é descobrir seus pontos fracos e usá-los para forçá-lo a dar-lhes dinheiro. Para fazer isso, eles criam uma legenda, que os ajuda a tirar o dinheiro de você. Promessa cigana para remover danos a você ou a seus filhos, agentes de pirâmides financeiras prometem a você riquezas do mundo, e membros de seitas religiosas prometem felicidade eterna no outro mundo.

O primeiro passo contra os mentirosos dessa categoria consiste em reconhecer as intenções do inimigo. A razão para a suspeita pode ser a intromissão excessiva de uma pessoa, desejo de descobrir qualquer informação que possa ser mais tarde contra você. Portanto, não é recomendado ser franco com estranhos. Quanto mais você fala sobre você, mais você dá ao bandido.

Mentirosos do segundo grupo não te privam de dinheiro, mas a angústia mental que eles causam pode ser muito dolorosa. Estamos falando de engano marital e falsidade por amigos, colegas e conhecidos. Motivos para tal engano podem ser diferentes e às vezes até nobres.

Então, como você pode reconhecer um mentiroso? A primeira maneira é a análise lógica da informação. Existem dois tipos de análise: a vertical, quando a informação recebida é comparada em momentos diferentes, e a horizontal, quando a informação é coletada de várias fontes. O primeiro método é usado, por exemplo, pela polícia, quando um suspeito é forçado a descrever as ações em um determinado momento por várias vezes. Se o suspeito está mentindo, mais cedo ou mais tarde eles podem cometer um erro em algum lugar, e então o investigador verá contradições.

O mentiroso geralmente adere à linha narrativa principal, mas não consegue descobrir todos os detalhes. A atenção aos detalhes combinada com infinita paciência é uma arma importante nas mãos de um homem que busca a verdade. Pergunte a uma pessoa sobre todos os detalhes do evento ou uma situação. A questão é muito importante para ver a reação do suspeito. Uma pessoa que não conhece as informações verdadeiras, em geral, faz uma pausa, coleta de pensamentos e encontra a resposta mais apropriada. Essa pausa em si já é um sinal de mentira.

Prev post Next post