(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

Design gráfico vindo do ensaio dos dezenove anos 100

Trecho do ensaio:

A turbulência contínua realmente levou ao eventual desenvolvimento de uma ampla variedade de tipos de letra claramente mexicanos e outros recursos gráficos, alguns deles coletados e / ou criados por simplesmente Ignacio Rematado. Esse web designer (antes de a definição de ter sido cunhada) e uma impressora a jato de tinta criaram imagens e baptistère ao mesmo tempo ousadas e impressionantes, mas extremamente simplificadas e diretas, fornecendo uma grande variedade de tipos diferentes e infinitas combinações para uso adequado em cartões e panfletos uma série de figuras e questões (Gravier Brandt 2002). O trabalho visual intrincado e fantasioso foi reservado para que as ilustrações selecionadas se tornassem bastante comuns, porque delimita muitos cartões, chamando fascínio e atenção, além de enquadrar o texto ainda simples que entregava mensagens e avisos de texto frequentemente apontados (Gravier Brandt 2002).

O design gráfico entra na web

Nesse sentido, os componentes de design gráfico do décimo nono século 100 do México até a segunda metade do século apresentam muito de acordo com os elementos do estúdio disponíveis em muitas páginas da web normais vistas hoje em todo o mundo. No entanto, também existem diferenças significativas nas necessidades e abordagens do design gráfico na Internet, quando comparadas às da América do Sul do século XIX. Durante o tempo e o local em que Jose Maria Gutierrez Estrada e Igancio Cortes produziam todos os seus panfletos e pôsteres, a fácil existência de informações visuais chamou inerentemente a atenção a esses artefatos e à mensagem; no mundo moderno, onde as pessoas estão constantemente cheias de informações visuais, o design gráfico – especialmente na Internet – deve levar em consideração a competição pelo foco.

Provavelmente, os livros mais conhecidos e amplamente lidos sobre o desenvolvimento de sites são Evite me faça acreditar (2005), de Dorrie Krug, onde o autor é voltado para usabilidade e simplicidade, porque as necessidades vitais dos sites e os elementos gráficos que os usuários da informação lá no. A natureza divertida do design gráfico geralmente é algo quase único para a Internet e outros aplicativos de computador, e a simplicidade deve ser aprimorada pelo design gráfico. Isso produziu a franqueza e a simplicidade do conteúdo textual encontrado nos panfletos e pôsteres mexicanos do século XIX, um elemento importante dos sites dos séculos XXI (Krug 2005).

As facetas competitivas dos detalhes da Internet, no entanto – i. eletrônico. A necessidade de sites específicos, bem como porções específicas dos sites oferecidos, para chamar a atenção do cliente, independentemente de outros sites / seções tentarem a mesma coisa – levou a várias diferenças nos panfletos e pôsteres do passado. Design de texto extravagante, cores vivas e movimentos dinâmicos foram todos integrados ao design da web, não como um procedimento para aprimorar a usabilidade de um site ou mesmo para mostrar necessariamente as informações com mais clareza, mas simplesmente para chamar a atenção (Lynch Horton 2008). Os sites precisam manter um sentimento de informações autorizadas e precisas para manter a viabilidade a longo prazo com usuários e consumidores, e o design gráfico para a Internet continua sendo necessário para localizar um equilíbrio entre chamar atenção e confiança, inspirando mais do que em qualquer outro meio desenvolvido anteriormente (Lynch Horton 2008). As habilidades e possibilidades do estúdio na rede também são significativamente maiores do que na mídia antiga, no entanto, levando a uma seleção muito mais ampla de variações e métodos para atingir os objetivos do design gráfico (Lynch Horton 2008).

Conclusão

Os projetos de design gráfico são determinados por uma variedade de fatores, incluindo as pressões sociais e políticas com os designers e o público, além das limitações e possibilidades do meio em que se trabalha. A América do Sul do século XIX pode parecer um domínio distante da Internet e, de fato, existem muitas diferenças nos elements do projeto que são vistos nos dois domínios. As semelhanças de propósito e até mesmo a percepção estética selecionada, no entanto, demonstram uma clara trajetória e progresso de design e estilo nos tempos modernos.

Referências

Gravier, M. Brandt, A. (2002). “Design gráfico mexicano do século XIX: o caso de Ignacio Cumplido. Problemas de design em polegadas 18 (4), pp. 54-63.

Krug, S. (2005). Não me faça sentir pensar. 1000 Oaks, CA: nova publicação de driver.

Lynch, P. Horton, S. (2008). Guia de estilo da Web: princípios básicos de design para criar sites. Kendallville, IN: Imprensa da Universidade de Yale.

Sanders, N. (1970).”Jose Maria Gutierrez Estrada: Panfleto Monarquista. Polegadas As Américas 27 (1), pp. 56-74.

Zarur, E. Lovell, C.

Prev post Next post