(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

A expansão da democracia durante a era jacksoniana

Andrew Jackson foi o sétimo presidente dos EUA. Durante sua presidência de 1829 a 1837, houve muitas mudanças democráticas e sua influência na democracia americana não pode ser superestimada. A era que ele criou conhecida como “Era da democracia de Jackson” durou de cerca de 1824 até a Guerra Civil. A democracia de Jacksonian trouxe o sistema de dois partidos e mudou as regras no negócio e na operação bancária.

Jackson é o homem que fundou o Partido Democrata. Jackson acreditava que o governo deveria fornecer às pessoas comuns a proteção das elites ricas. No entanto, os democratas também pensaram que os negócios e a indústria ainda são excepcionalmente importantes. Os opositores dos democratas eram o partido Whig. O partido Whig era conhecido como elite abastada. Sua ideia principal era o forte governo federal. Na verdade, os democratas e os whigs não eram antagonistas. Demonstrando compromisso com uma rivalidade constitucional pacífica, eles aprovaram o princípio da “mordaça” (a regra da mordaça); Sua idéia principal é a proibição de discussão das principais questões explosivas – a escravidão.

Agora podemos dizer que a Democracia Jacksoniana foi baseada nos seguintes princípios básicos:

Sufrágio proposto. Antes da guerra de 1812, somente os proprietários brancos podiam votar. Jackson e seus seguidores acreditavam que todos os homens brancos deveriam ter direito a voto. Isso também ajudou a aumentar os números em seu partido. No entanto, os afro-americanos e as mulheres ainda não conseguiram votar.

– Construcionismo rigoroso. Os jacksonianos achavam que o poder do governo federal deveria ser limitado. Jackson disse que se protegeria contra “todas as invasões à esfera legítima da soberania do Estado”.

-Banco e negócios. Jackson acreditava no conceito do laissez-faire. Ele achava que o governo deveria ficar fora dos negócios. Jackson se opunha aos monopólios concedidos pelo governo aos bancos. Ele acreditava que um banco nacional existia apenas para enganar pessoas comuns e para atender aos desejos da elite rica. Seu principal pensamento sobre isso era que apenas ouro e prata deveriam ser dinheiro.

-Manifesto destino. Como sabemos, o termo “Manifest Destiny” não foi usado durante a presidência de Jackson, mas é mencionado com frequência na era jacksoniana. As pessoas que apoiavam o Manifest Destiny pensavam que era o destino da América se estender do Atlântico para os oceanos do Pacífico. O destino manifesto foi um verdadeiro desastre para os nativos americanos.

– Patrocínio. Patrocínio era a política de promoção e contratação de apoiadores políticos nos escritórios.

Prev post Next post