(48) 4507-5403
Você quer saber como fazer um trabalho academico? Por apenas R$ 10 por página Obtenha um exemplo de monografia gratuito e pronto

A guerra dos Mundos

Guerra dos Mundos é um romance escrito por H.G. Wells em 1897 e descreve a invasão alienígena de marcianos à Terra.

A novela Guerra dos mundos por H.G. Wells é dividida em dois livros, cada um dos quais consiste em dezessete e dez capítulos. O personagem principal é o próprio autor. O primeiro livro é chamado A chegada dos marcianos. Assim, o livro conta como as cápsulas com os marcianos uma após a outra caíram na Terra pela primeira vez. Cinco gigantes desajeitados de três patas saíam de cada cápsula.

Eles estavam trabalhando há muito tempo em um buraco formado por causa da queda da cápsula inventando armas. Uma de suas invenções foi a arma do raio de calor. Desde que os marcianos eram enormes, eles podiam ver todas as pessoas que estavam tentando escapar de cima. Quando os marcianos notaram qualquer movimento, eles direcionaram o raio de calor e todos queimaram no chão. Logo os marcianos chegaram a Londres. As pessoas entraram em pânico. Cápsulas continuaram a cair. Outra invenção dos marcianos foi a fumaça negra. Marcianos produziam fumaça que rastejava pelo chão, não deixando ninguém vivo. Como resultado, Londres foi destruída. Todos os sobreviventes fugiram de Londres. Entre eles estava o próprio autor.

O segundo livro é chamado The Land Ruled by Martians. No caminho, o autor encontrou um padre e eles se refugiaram na casa dilapidada. Uma vez eles ouviram o barulho. Acontece que outra cápsula caiu na casa ao lado. O autor e o padre tiveram que ficar em baixo por um tempo. No sexto dia de confinamento, o padre enlouqueceu.

De medo, o autor ficou furioso – ele agarrou o cutelo e bateu no padre. No início, o autor foi atormentado pelo pensamento de um crime, mas logo ele chegou à conclusão de que ele foi forçado a fazê-lo. No décimo quinto dia, o autor decidiu sair e houve silêncio em torno dele. Não havia marcianos por perto. Descobriu-se que não havia bactérias em Marte. Havia absolutamente inofensivo para as pessoas na Terra, mas para os marcianos eles foram a última gota de vida.

Não há quase nenhuma interpretação da novela Guerra dos Mundos, porque o romance foi concebido por Wells para a implementação de objetivos compreensíveis: recordar a humanidade no alvorecer do novo século sobre a fragilidade da vida, sobre o ilusório crença humana na inviolabilidade da superioridade entre as coisas vivas na Terra e em todo o universo. Não é por acaso que os homens conquistam poderosos marcianos. Bactérias são um matador de marcianos, porque a própria natureza se rebelou contra intrusos.

Prev post Next post